quarta-feira, 5 de maio de 2010

Cadê

O céu azul com nuvens
Eu te amo como amanhã
Barulho de unhas ao chão
Onde está meu remédio?

Mar balança ondas
Saudade da noite com cama
Ao lado escuto as risadas
Também sinto falta

Ausência da minha mente
Dedos, tic, tac, tec
Os olhos verdes brilham
Eu vejo a pele branca

Venha, volte, seja minha
Eu preciso da ajuda
Pra voltar a ser eu



Lívia Otero - 5/5/10

0 comentários: