quarta-feira, 16 de junho de 2010

Que Saudade

Sinto falta do amor
Daquele amor que era meu
Anseio por ele
Espero-o todas as noites

Esta brigado comigo?
Que mal te fiz
Infame critura
Não sabe o que rejeita

Ainda te terei
Todo e só para mim
De mais ninguém serás

Do que se trata?
Do meu coração
De todo amor e emoção


Lívia Otero - 16/6/10

0 comentários: